O CAMPEÃO ILIVALDO DUARTE TOCANDO DE PRIMEIRA, 1.350 VEZES!

“Considero o programa um serviço espontâneo e voluntário, com idealismo e paixão, sempre com o desejo de fazer um jornalismo com credibilidade, informativo e voltado para o bem, o bom e o belo” (ilivaldo Duarte).

 

                                                                     *GILMAR CARDOSO

Verba volantscripta manent” (provérbio em latim – As palavras voam, os escritos permanecem).

 

Desde o memorável 14 de março de 1987, data da estreia em Campo (Mourão), lá se foram: duas, três, quatro…, cinquenta, cem, duzentas, quinhentas, oitocentas, mil; ufa! – 1.350 VEZES, sempre aos sábados, pela Rádio Colmeia, de Campo Mourão; agora, RÁDIO COLMEIA NEWS 89.7 FM, que o nosso confrade ILIVALDO DUARTE, jornalista, radialista, palmeirense e advogado vem comandando com maestria e com status de craque, a apresentação do PROGRAMA  campeão TOCANDO DE PRIMEIRA, sob o slogan: – Um golaço no rádio brasileiro.

 

 Na minha concepção e de todos quantos observam o desenrolar e os acontecimentos no estúdio, os temas abordados e a preocupação social do horário, pode-se afirmar que o TOCANDO DE PRIMEIRA trata-se de um verdadeiro Espaço da Cidadania, a oportunizar condições para o fortalecimento da convivência social e comunitária; transcendendo até à própria concepção inicial do conceito que lhe deu vida há três décadas.

 

Acadêmico fundador da cadeira 28 da Academia Mourãoense de Letras – AML (2010) e fundador do grupo APA – Amigos Palmeirenses da Arcam, o pioneirismo que lhe é peculiar proporcionou-lhe a oportunidade de apresentar o primeiro programa esportivo da história da televisão mourãoense, o programa “Golaço”- de 1999 a 2001 ao lado do companheiro e comentarista Birão Rodrigues. Estreiou na mídia eletrônica em fevereiro de 2009 quando lançou o BLOG DO ILIVALDO DUARTE, onde são postadas notas da nossa cidade e região, de vários temas como Esportes, Cultura, Religião, Cidadania. E um dos destaques do informativo eletrônico é a apresentação aos finais de semana da aguardada e sempre comentada – ENTREVISTA DE DOMINGO -, espaço que mostra a história de personagens mourãoenses de várias áreas de atuação, consideradas por ele como sendo CELEBRIDADES.  

 

 Ilivaldo Duarte atua no jornalismo desde 1984 quando iniciou sua jornada escrevendo para o jornal Gazeta do Centro Oeste, em Campo Mourão. E foi na Gazeta que, em 1987 nasceu a coluna Tocando de Primeira, para expressar os comentários do colunista. Em maio de 1988 a coluna Tocando de Primeira passou a ser escrita no jornal Tribuna do Interior, de Campo Mourão ate junho de 2001. Atuou também na mídia radiofônica: Rádio Humaitá (84/87),  Rádio Colméia (1987/2001) e desde fevereiro de 2007 com o seu retorno ao rádio apresentando aos sábados, das 11 às 13 horas o programa Tocando de Primeira com ênfase para esportes, cultura, cidadania e religião.

 

No intervalo de tempo entre os anos de 1999 e 2001, o nosso homenageado foi precursor dentre os colegas profissionais da imprensa mourãoense a ter registrado a  participação simultânea em todas as mídias da época: rádio, tv, jornal e portal na ainda incipiente rede social da Internet, com a novidade de termos dez colunistas se revezando todos os dias. E foi, nesse período  também histórico, que o Confrade e imortal acadêmico Sid Sauer também começou sua respeitada atuação nos meios eletrônicos escrevendo sobre Fórmula Um. Este reforçado elenco, formava um timaço com as escalações dos memoráveis: Rubens Luiz Sartori, Birão Rodrigues, Nelsinho Martins, e Wilson Bibiano. Na prática, o que hoje é lugar comum, nos sites especializados, à exemplo da UOL e outros sites com colunistas; podemos registrar que por aqui já havíamos experimentado de forma pioneira em nossa cidade.

 

Graduado em Pedagogia pela Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão, Fecilcam e em Direito na Faculdade Integrado de Campo Mourão, CIES;  Ilivaldo Duarte de Campos, Assessor de Comunicação e Editor de jornalismo da maior cooperativa agropecuária da América Latina, a nossa COAMO Agroindustrial; define-se como um ser humano que adora a Deus, é apaixonado por sua família, seus amigos e sua cidade. Batizou institucionalmente “CAMPO MOURÃO: CAPITAL DO CENTRO-OESTE DO PARANÁ”, e cultiva e incentiva na abertura semanal do programa  o civismo pátrio com a execução do hino oficial da cidade, que é uma das marcas do programa.   Vive como a filosofia dos três Bês, criada por ele próprio: “Praticar o ‘B’ do Bem; praticar e ser o ‘B’ do Bom e Contemplar o ‘B’ do Belo”. E fazendo uso de um troféu/prêmio oficial que lhe fora conferido no ano de 2015, através da Secretaria de Estado do Esporte e Turismo do Governo do Paraná, com apoio da RPC/TV em homenagem e reconhecimento à sua contribuição, valorização e fomento ao esporte e em especial, aos atletas e dirigentes esportivos de todas as modalidades; reitero publicamente que o mourãoense apaixonado por sua terra e tradições, acadêmico e imortal ILIVALDO DUARTE é um ORGULHO PARANAENSE.

Disse sobre seu jeito especial de ser e faço o registro que “o diferencial é você levar a essa multidão invisível, de várias faixas etárias e de várias camadas sociais, uma informação positiva, com alegria, e reflexões aos nossos ouvintes. Então, quando você mescla esporte com cultura e religiosidade você está alcançando aquela dona de casa, que é ouvinte de rádio, um velho companheiro de sempre. A magia do rádio não se perdeu. Quando você mescla e faz umprograma dinâmico, que procura ser alegre você consegue atingir, por exemplo, a dona de casa, que não gosta de futebol, futsal, ou vôlei. Sempre digo que sei como começa o programa, mas não sei como vai desenrolar, como vai terminar. Ai deixo nas mãos de Deus e o Espírito Santo me ajuda”, vaticinou o profissional multimídia.

               Idealizado pelo próprio multimídia, outra valorizada e concorrida honraria conferida às chamadas Personalidades locais e regionais, o Troféu Tocando de Primeira, batizado de Oscar do Esporte; é como ele mesmo exemplifica, o reconhecimento em vida à quem fez e faz. Iniciativa louvável e exemplar, que recorda-nos dos versos da canção “Quando eu me chamar saudades”, do cantor e compositor Nelson Cavaquinho, à entoar “(…) por isso é que eu penso assim / Se alguém quiser fazer por mim / Que faça agora”.

                No site da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, no dia 18 de novembro de 2008, a assessoria de comunicação da casa informava que  o programa “Tocando de Primeira”, comandado pelo jornalista Ilivaldo Duarte, atingiu a marca de 800 programas. Uma entrevista com o deputado mourãoense Douglas Fabrício, que recebeu um troféu e uma camiseta comemorativa, marcou a octogentésima edição do programa que já contava com mais de 3.600 entrevistas.

                Na edição do Jornal TRIBUNA DO INTERIOR, datado de 17 de novembro de 2012, a matéria produzida pelo jornalista Clodoaldo Bonete continha uma chamada que destacava que o “Tocando de Primeira vai ao ar pela milésima vez”; a notícia registrou, ainda, que  “O dia de hoje é especial para o jornalista esportivo Ilivaldo Duarte e para o esporte de Campo Mourão. À partir das “das 11 horas, Duarte entra no ar para apresentar o seu programa Tocando de Primeira, de número 1.000, pela Rádio Colméia. Um marco histórico, alcançado após 20 anos de muito trabalho, credibilidade e informação. A edição comemorativa acontece ao vivo, no Paraná Família, na saída para Maringá. O diferencial do programa é que Ilivaldo prioriza também o lado social e presta homenagens a pessoas que não estão ligadas ao esporte.

“Para celebrar esse marco, ele está promovendo uma campanha com o slogan 1.000 programas Tocando de Primeira = 1.000 litros de leite, que serão doados a entidades filantrópicas. Interessados em contribuir, podem entregar o leite numa das três lojas do Paraná Supermercados. É uma campanha simples e anônima, mas que   arrecadou 2.350 litros de leite integral longa vida, graças ao apoio da comunidade. É uma forma de praticarmos nosso jornalismo com visão de responsabilidade social em prol da comunidade e do bem comum, disse o emocionado Ilivaldo na ocasião.

No tradicional blog BOCA SANTA, do talentoso e não menos imortal Sid Sauer Walter, número 2087, de 12 de fevereiro de 2007, com cobertura da partida onde o Galo/Adap venceu o Aereb, em Engenheiro Beltrão, cujo resultado manteve o ex-time de Campo Mourão na liderança isolada do campeonato paranaense; uma notinha avisava ao público sob o título de Tocando de Primeira, que “ De Engenheiro Beltrão, Ilivaldo Duarte avisa: retorna no próximo dia 24 (11h30), na rádio Colméia, com o programa “Tocando de Primeira”. O lançamento será na Fiorella. O programa saiu do ar em 2001, depois de 709 edições. Ou seja: volta com a edição “número 710”. Como dá pra ver, nem depois de seis anos – e um curso de direito concluído –, o Ilivaldo perdeu as contas…”. 

O pontapé inicial do Tocando de Primeira, aconteceu no dia 14 de março de 1987, mas foi interrompido em 2001 com a marca  de 709 edições. Retomamos em fevereiro de 2007 e agora chegamos à edição de número 1.000, a qual dividimos esse mérito com todos os amigos e a comunidade de Campo Mourão e região.”, registrou à época do histórico milésimo encontro semanal, inclusive, à coincidir com a célebre marca, a comemoração na mesma semana do jogo de número 1.000 da Seleção Brasileira de Futebol.

Na data de 6 de abril de 2019, a manchete em letras garrafais anunciava “ É hoje! O Programa Tocando de Primeira 1.300” e na sequência registrava que nos dois tempos, a  partir das 11 horas, o jornalista Ilivaldo Duarte, que usa e propaga entre seus bordões:  “Eu, você e o Rádio!”, “Bom mesmo é ser feliz! “, “Quem tem amigo não morre pelado”,  vai destacar vários eventos como o futsal, basquete, entre outros. E concluía recordando-nos e com o jargão atualizado ao novos tempos, que só não ouve quem não tem rádio ou não tem vizinho, ou quem não tem aplicativo no celular. Viva o Rádio. 

Estimado e preclaro Ilivaldo Duarte, o número 1.350 (milésimo tricentésimo quincuagésimo)  é especial, similar à você!  A informação que nos chega, inclusive, é a de que o presidente americano Donald John Trump, decretará feriado nacional na data de 4 de julho, ocasião em que paramos para tirar o chapéu e aplaudirmos, merecidamente o anúncio oficial de que o inesquecível e inédito PROGRAMA TOCANDO DE PRIMEIRA, edição 1.350, com entrevistas, bate papo e muita descontração; com transmissão ao vivo pelo facebook, on line pelo site, participação via whatsapp, interação e acompanhamento pelo tradicional rádio de pilha ou energia elétrica e agora, até pelo  aparelho celular; com o oferecimento do Centro de Diagnósticos Dr. Marcos Corpa, BLZ Informática, Roma Multicoisas e do Paraná Supermercados; está entrando no ar; promovendo o bem, resgatando esperança e valorizando os bons exemplos.

Neste 4 de julho, para você que gosta do simbolismo dos numerais,  o 186º dia do ano bisexto de 2020, faltam 180 dias para acabar o ano; estamos no epicentro da pandemia do coronavírus (covid-19) e em estado de calamidade pública e emergência internacional de saúde pública. Nos registros históricos do mundo esportivo, em 1959  Maria Esther Bueno se torna a primeira pessoa de nacionalidade brasileira a vencer um Grand Slam de tênis, no Torneio de Wimbledon; nasceu em 1926, Alfredo Di Stéfano ,  futebolista e treinador argentino de origem Italiana, que, além de ter jogado pela Seleção Argentina, jogou também pela Seleção Espanhola, considerado um dos maiores futebolistas da história; e por aqui, Luciano do Valle Queiroz ,  locutor esportivoradialistaapresentador de televisão e empresário brasileiro; que narrou várias Copas do Mundo e trabalhou em várias emissoras de televisão, como Rede GloboRede Record e Rede Bandeirantes. Além de narrador, assim como você,  teve grande importância na promoção de diferentes modalidades de esporte, como vôleibasqueteboxefutebol americano e automobilismo, principalmente durante as décadas de 1980 e 1990.

                No campo literário, a data rememora a morte de José Bento Renato Monteiro Lobato, em 1948, escritorativistadiretor e produtor, precursor da literatura infantil no Brasil; e o nascimento de Emílio de Meneses, jornalista , nascido em Curitiba, PR, em 4 de julho de 1866;  poeta parnasiano,  mestre dos sonetos satíricos e imortal da Cadeira 20 da Academia Brasileira de Letras, sem nunca ter tomado posse.

                Um mil trezentos e cinqüenta se escreve em inglês: One thousand three hundred and fifty; em francês: Mille trois cent cinquante; em espanhol: Mil trescientos cincuenta e se grafa em numeral romano: MCCCL.                Por fim e por enquanto, antevendo a edição especial de número 1.500, e persistindo na tática e no bom lance de divulgar e incentivar a prática do esporte e valorizar os desportistas e a todos quantos, se fazem grande ainda que silenciosamente até serem vistos e laureados pelo nosso olheiro oficial, saudamos solene e oficialmente o craque ILIVALDO DUARTE, através do seu magistral TOCANDO DE PRIMEIRA, pelas 1.350 VEZES que proporcionou alegria e emoção, com empatia, civismo, respeito, amor a Deus e ao próximo e sensibilidade social, pelas ondas do rádio à transmitir, com credibilidade e alegria contagiante, o programa campeão; que só não ouve  quem não tem radio, celular ou não tem vizinho.              VIVA O ILIVALDO DUARTE!  Amigo leal, cristão exemplar, cidadão íntegro e honrado, profissional reconhecido e competente, homem que adora a Deus, ama de paixão a família, a cidade e os amigos. BOM MESMO É SER FELIZ. Toque de Primeira e saia para o abraço comemorar com orgulho paranaense,  o 1.350º golaço no rádio brasileiro. PARABÉNS!   
 GILMAR CARDOSO, advogado, poeta, é membro do Centro de Letras do Paraná e fundador da Cadeira nº 01 da Academia Mourãoense de Letras – AML, Personalidade ainda que imerecida da Entrevista de Domingo, de 26 de junho de 2010; e Celebridade homenageado com o cobiçado Troféu Tocando de Primeira na mesma data.