ROTARY HÁ 117 ANOS SERVINDO PARA TRANSFORMAR VIDAS. IMAGINE! , por GILMAR CARDOSO

“Seja qual for o significado do Rotary para nós, para o mundo ele será conhecido pelos resultados que alcançar” – (Paul Harris, fundador do Rotary).

Conceitualmente o Rotary é uma rede global de líderes comunitários, amigos e vizinhos que veem um mundo onde as pessoas se unem e entram em ação para causar mudanças duradouras em si mesas, nas suas comunidades e no mundo todo.

                A certidão de nascimento, historicamente, dá-se no dia 23 de fevereiro de 1905 – há 117 anos – desde quando reuniram-se em Chicago os quatro jovens idealistas (Gustavus Loerh – engenheiro de minas, Hirarn Shoren – alfaiate, e Silvester Schiele – comerciante de carvão) liderados pelo advogado Paul Percy Harris, visionário que percebeu a urgente necessidade das pessoas de fazerem amigos que se ajudassem mutuamente; dedicou-se ao estudo da vida comercial e resolveu fundar um clube de homens de negócios e profissionais, a fim de desenvolverem entre si relações de companheirismo e amizade.

                Em 1907 ao suceder Schiele na presidência, Paul Harris elegeu como principal meta de trabalho desenvolver o quadro social e estender o movimento rotário a outras cidades, dirigindo-o à prestação de serviços à comunidade. No mês de agosto de 1910, cinco anos a fundação do primeiro Clube, realiza-se a primeira convenção do Rotary e foi fundada a Associação Nacional de Rotarys Clubs, já tendo como associados 16 clubes rotários. Em 1911 recomendou-se que uma ação fosse tomada para se criar uma roda como a parte básica do emblema de todo Rotary Clube. Aprovado em convenção o símbolo consistiu no princípio básico de uma roda com engrenagens cortadas na borda externa. Os raios projetados de modo a indicar força; o objetivo das engrenagens era duplo: aplicar a simplicidade do design e simbolizar vigor. A palavra – Rotary – aparece no topo, criando-se uma marca de excelência.

Atualmente a missão institucional do Rotary Internacional é servir ao próximo, difundir a integridade e promover a boa vontade, paz e compreensão mundial por meio da consolidação de boas relações entre líderes profissionais, empresariais e comunitários. E consta na declaração de visão do Rotary que juntos, vemos um mundo onde as pessoas se unem e entram em ação para causar mudanças duradouras em si mesmas, nas comunidades e no mundo todo.

O Rotary possui dois lemas principais – Dar de Si Antes de Pensar em Si – e – Mais se Beneficia Quem Melhor Serve (1911), que datam dos primórdios da organização. Arthur Frederick Sheldon, foi o rotariano que fez o discurso que inspirou a sua criação. O Conselho de Legislação de 1989 estabeleceu o lema Dar de Si Antes de Pensar em Si como a máxima oficial do Rotary, porque transmite bem a sua filosofia.

                O lema presidencial de Shekhar Mehta para 2021-22 é – Servir para Transformar Vidas – que incentiva os associados a se envolverem mais em projetos humanitários, com a mensagem que servir e cuidar do próximo é a melhor maneira de viver, pois, ao transformar a vida de outras pessoas, você também transforma a sua.

                Por sua vez, Jennifer Jones, canadense, presidente eleita do Rotary Internacional, a primeira mulher a ascender ao cargo divulgou recentemente o lema 2022-23 – Imagine o Rotary –  e com este chamado, ela espera que as pessoas alimentem grandes sonhos e usem suas conexões e o poder do Rotary para concretizá-los. Imagine um mundo que merece o melhor que temos a oferecer, onde acordamos todo dia com a certeza de que podemos fazer a diferença, conclama.

                Em seu processo de expansão o Rotary chegou à América do Sul com a fundação do Rotary Club de Montevidéu, no Uruguai, em 1º de fevereiro de 1919. Em 1916, já havia a intenção de ampliar a organização na América do Sul, com alguns movimentos na Argentina, no Brasil e no Chile. Mas o primeiro clube acabou sendo fundado em solo uruguaio, graças aos esforços do inglês Herbert Coate.

A chegada da organização Rotary International ao Brasil  foi marcada pelo admissão do Rotary Club do Rio de Janeiro em 28 de fevereiro de 1923, no auge das comemorações do centenário de Independência do Brasil, foi despertado o interesse de 16 indivíduos que  consequentemente, deram origem ao primeiro clube em que se falava o idioma português no mundo.

Os dados oficiais no Brasil expressam a grandeza do Rotary:  o 5º maior número de rotarianos no mundo com 56.192, em 2.396 clubes e 38 distritos. As mulheres representam 22% do total de associados. Temos 12.098 rotaractianos, 20.677 interactianos (o nome Interact vem da junção das palavras Internacional e Ação) e, anualmente mais de 1.500 estudantes são hospedados por clubes locais ou viajam para outros países como participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens.

Por sua vez, a Fundação Rotária ajuda os associados do Rotary a promoverem a boa vontade, paz e compreensão mundial, aprimorando a saúde, fornecendo educação de qualidade, melhorando o meio ambiente e combatendo a pobreza. Desde que foi aberta, há mais de 100 anos, investiu cerca de US$ 4 bilhões em iniciativas sustentáveis e de grande impacto global.

Para resolver problemas reais, é preciso compromisso, visão e pessoas que entram em ação. Com dedicação, energia e inteligência, nossos associados ajudam a humanidade há mais de 110 anos. Por meio de projetos sustentáveis em diversas áreas, como alfabetização, paz, saúde e recursos hídricos, estamos sempre procurando maneiras de criar um mundo melhor.

Jennifer Jones, a presidente eleita do RI deseja que todos os associados imaginem todas as possibilidades de como podem transformar o mundo. O que cria verdadeira paixão e senso de propósito nas pessoas é justamente o que temos a oferecer: voluntariado, crescimento pessoal, desenvolvimento de habilidades de liderança e amizades para o resto da vida. Embora tenhamos grandes sonhos, entrar em ação para concretizá-los depende de cada um. Quando uma organização como o Rotary sonha em realizar colossos como eliminar a pólio e instaurar a paz, temos a responsabilidade de fazer as coisas acontecerem. Nós não imaginamos o ontem, mas sim, o amanhã!